Sejam bem vindos ao meu Blog

"O Artista se eleva pelo prazer da beleza dentro de sua criação."

Minha origem

Sei que amo. Conheço minha origem, respeito a mim mesma, tenho consciência da miscigenação e da minha cidadania.

Bahia de Todos os Santos

Moro na Bahia de Todos os Santos, abençoada por 365 igrejas, um legado deixado pelos Portugueses. No sincretismo religioso, o abraço com todas as religiões.Um povo que vibra sem intolerância religiosa.Tenho fé e amo meu povo!

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

O povinho

Que tontos patetas
perderam seus direitos
aqui ficaram, desnudos
ao som das chibatas
a raça do demo dominado
com sorrisos perversos
se lavam das tretas
e mudam de discursos
de vícios cobertos
não perdem a sordidez
fazendo inocente
não pensantes sem estudo
a vergonha cobre
meu rosto já envelhecido

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Marcada na vida

Eis-me sentada no sul da America
como uma pedinte, não tirem meus direitos
às leis com brechas de PEC mudam rumos
desci toda esfarrapada sem rumo, piedade.

Os ricos não lacrimejam diante da fome
por colocarem vendas nos olhos, pragas
estão bem protegidos por seus gorilas
como Maria cruzei estradas devassas

Arrastei-me por solidões sem homens
no inferno que me lançaram, queimada
minha mente quase demente em prantos
estou sentada na calçada de um País rico

Agora tenho o hoje, o futuro não existe
não me recomponho, por anatomia
meu corpo todo remendado pelo tempo
marcado por uns homens mandantes.






domingo, 11 de agosto de 2019

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Gente Que faz Cultura

Nenhuma descrição de foto disponível.

Gente que faz cultura

A imagem pode conter: Sol Ramalho, sorrindo, texto

Eu sou a capa de vários autores

A imagem pode conter: 18 pessoas, incluindo Wilson Carlos Roberto, Kaka Ramos, Varenka De Fátima Araújo e Aderilza Santana, pessoas sorrindo

Ao meu Médico

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Varenka De Fátima Araújo, pessoas sorrindo, óculos de sol e close-up


Uma manhã, em Ondina na Mãe
Começamos com grande confiança
O mar por perto, ondas de azul e leite
Combinando com o jaleco e suas letras

Mostraste- me a sorrir, resultados positivos
Sumiram às horas dolorosas na espera
Assim ficamos, eu confiante ao medico
É o Doutro Mauricio! Mauricio de Souza

Sobre o seu juramento, existe ética
É como passa para todos com brilho nos olhos
Às forças, a alegria, a juventude, virtude
Que brotam em excesso do seu semblante

Eu acerco-me da sua ajuda e competência
Que no encorajamento me fortalece
Muito obrigada! Muito obrigada!
Com apertos das mãos na despedida.



Não ao aço

Não sei se isto é amor
Talvez uma eterna dívida
Para com meu avô pobre
Para minha terceira geração

Por todos chorei, não sei idealizei
Todos pensantes em Universidades
Eu não sei o que é amor sem estudo
Nem lembrarei ter beijado analfabeto

Não me sinto a sorrir de saber do future-se
Eu não demorei de olhar um braço negro
Passando lentamente no meu, te aprovei
Um líder magistral, era o Paulo discursando

Um olhar de aço em outro lugar que explora
Mas a espera da dor sou guerreira direta
E esse Agosto afasta descolorindo meu rosto
E o saber de uns abrem às fronteiras sem piedade.

Varenka de Fátima Araújo

quarta-feira, 31 de julho de 2019

2º Encontro de Escritores em Minas Gerais-Escbrás

A imagem pode conter: Varenka De Fátima Araújo, sorrindo, texto

Sou Nordestina

Orgulho da minha mãe da Paraíba. Não foi como o estalar dos dedos , foi como uma canção de revolução.Eu estava aquecida em seu útero, como estivesse em um lugar sagrado,foi uma passagem bem dolorida,durante uma noite, a mulher bonita Albanisa sofria com a minha dança de vários movimentos e sons, era a prova de vir ao mundo. Meu pai com o seu charuto na sala de um casebre nos cafundós do Ceará, esperava o que vinha para embalar em seus braços. No alvorecer do dia 25 de julho, a parteira mostra como um troféu que fez muito barulho uma pequenina magra mas, que gritava SOU NORDESTINA, SIM SENHOR.

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Escuridão da mente

Escuridão da mente

Ouvir um barulho na cabeça
Como se fosse tambores em bombardeio
Ou sinos com seus embates fúnebres
A mente não resgata a surdez
Os sons vão sumindo como às cores
E vai apertando à mente com penas angústias
Vai arrastando para o inferno terrestre
Por inteiro com os sonhos em pedaços
É grande, grande esses sons ensurdecedores
A piedades de uns homens é ipocrisia
Talvez a voz da louca emudeça
Será a mordaça de uma falante.

Varenka De Fátima Araújo- Bahia.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Saraus

Desde a época de Castro Alves que existiam saraus,eram apresentados em recintos fechados, em praças e, outros locais para os poetas declamarem, eram reuniões para colocarem suas propostas e, até discutirem assuntos relevantes na época. Hoje, em Salvador existem vários Saraus, tenho selecionado os que divulgam mais os poetas, músicos. Como sou divulgadora levo meu trabalho, divulgando e declamo poesias.sem muito envolvimento com os grupos.
Uma foto como registro no "Nosso Sarau".A imagem pode conter: Varenka De Fátima Araújo, em pé, sala de estar, sapatos e área interna

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Arte de Léa lu - o poema é meu.

Homenagem em VersAsis para Pablo Neruda, Violeta e Gabriela

Violeta
canta, vida
profunda resta
com amor que canta
poder chama-la querida
não viver de saudade
bem aguerrida
preferida

Varenka de Fátima Araújo - Brasil

Pablo
poesia, hino
chega firmando
mestre em atino
Isla Negra festeja
luz própria amada
e flameja
Neruda

Varenka de Fátima Araújo

Gabriela
seu caminho
força certa, áurea
abrindo carinho
desvendando letra
com ardor
e conduta
amor

Varenka de Fátima Araújo

Pablo Neruda por Alfred Asís

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Divulgando Léa Lu

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Peralta poeta que interpreta Castro Alves

Castro Alves , todos os anos ressussita na pessoa do poeta Marcos Peralta por sua semelhança.
Castro Alves foi um poeta baiano que lutou contra a escravatura, foi homem das letras, poeta, dramaturgo, desenhista. Foi um apaixonada, amante e amado, tinha um apelido Cecéu. Faleceu com 24 anos o poeta Castro Alves.A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Varenka De Fátima Araújo, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

domingo, 7 de julho de 2019

Capa da Antologia que participei.

A imagem pode conter: texto

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Assombro na rua

Assombro ou nada
um pouco mais de cor
era um dedo apontando
era o enorme sonho da dor
ainda não morre nela
creio que não restará uma lenda
Maria poderia ser uma loba
quer mais café com chocolate
mendiga com arrogância
podia engolir outro na faca
como a dor da fome não foge
ela não teve sorte
como a felicidade
que passa como faísca
tal como a dor
os olhos secaram o amor
a esperança é uma sombra
cada calçada um outra dor
o José não dorme
sua fantasia
uma camiseta sem estampa
uma calça rasgada
a mão vazia
os dedos cortando o vento
implorando lucidez
os ciclos das loucuras
estão soltos
sem um murmurio oro
por meus irmãos.

quinta-feira, 4 de julho de 2019

O céu ao natural

O céu ao natural é belo!
Passou um gavião de ouro
Não é, talvez seja um jatinho
Lá vai, jogando fumaça
Em missão secreta
Pois sim, os urubus, águias,pássaros
Não sujam às nuvens
E destaco, nosso céu é mais azul
O nosso sol faz brilhar
A cor que os homens vestem
Ouvi me ainda, somos irmãos
Um brado juntos, somos mais fortes
Não quero ver ossos, esqueletos caveiras
Não quero tantos catadores de latas
Não me furem meus olhos
Com os punais que atingiram outros
Quero um céu soltando estrelas
Para deslumbrar todos
Sem exceção de verdade
Vivo olhando o céu todas manhãs.

Varenka De Fátima Araújo- Bahia.

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Diploma

Nuestros Ancestros Y Yo

Sinopse

Meus bisavós paternos, João de Araújo, negro alto, pobre, inteligente,ele acreditava em sua força bruta e eterno sonhador, procurou melhorar de vida. Ao crescer ele deserta sua fome voraz, conhece sua única mulher Maria Rosa, uma pequenina de 1 metros e meio, falava o necessário, o respeito e o amor os uniu, um casal que nenhuma dificuldade os separou. Casaram, eles procuraram o melhor, não importava o preço. O Brasil é dividido em regiões, o Nordeste abrange vários estados,o casal comprou um burro, uma cela, Maria Rosa em cima de cela e João Araújo puxando o burro, saíram de Alagoas, em destino para o Ceará. Toda a região tem o seu costume, folclore, gastronomia.Chegando em Juazeiro do Norte, Pai João fez amizade com o Padre Cícero e, foi trabalhar como vendendo carne de boi no mercado, sabia atirar muito bem, lutou contra os cangaceiros,venceu, mas como não tinha estudo perdeu a oferta feita por Padre Cícero Romão Batista de ser delegado, meu bisavó fez um juramente, todos os seus filhos teriam de estudar. Maria Rosa teve com Pai João três filhas, a primeira foi Aurora Araújo,formada em professora, foi mina vovó querida, sempre num fio real, eu conheci meus bisavós, lembro de suas feições, e minha vó Aurora convivi por até os meus 15 anos, saudades é o preço da perda.

Fragmento
A gastronomia em primeiro lugar, misturada com a Educação movem o mundo.

Varenka de Fátima Araújo

Eu era uma criança criativa e impulsiva, cresci rodeada de mulheres valentes e prendadas, aprendi com minha bisavó manusear e confeccionar esteiras de palhas, com minha avó aprendo às primeiras letras, com a perda da sua visão, meu pai continuou a missão de me ensinar, minha mãe como sempre foi boa na gastronomia, me ensinou o prato predileto do sertão do Ceará, o Baião de dois.
1- coloca em uma panela o feijão com temperos verdes e refoga
2- na panela do feijão coloca arroz, mexe até ficarem cozidos
3 - Serve com carne do sertão
Como a educação era prioridade em minha família, e em Juazeiro do Norte não existia faculdade, meus pais vieram com seus cinco filhos para Salvador - Bahia, às quatros filhas fizeram curso Superior, eu sou formada em Diretor Teatral e Desenho, Hermengarda em Medicina, Paloma em Arquitetura e Fadila em enfermagem, meu irmão Segestes era Músico e faleceu, somos uma família que priorizamos a educação.
Em Salvador minha mãe me ensinou o prato de toda sexta feira
Caruru:
1- Coloque em uma panela picada 200 quiabos picados
2-Bata 50 g de camarão com um pouco de água no liquidificador
3-Coloque na panela o quiabo e camarão
4- No liquidificador bate, mais camarão,cebola,leite de coco, amendoim
5 - Refoga tudo junto com azeite de dendê
6- Coloque mais água, vai mexendo até ficar cozido.
O Brasil é tão diversificado e rico por ser extenso. Gosto de viajar para conhecer a terra Pátria amada.

Varenka de Fátima Araújo
Salvador- Bahia - Brasil