domingo, 26 de fevereiro de 2012

S ó

Sei da minha solidão.Foi-me revelado o segredo,indo de encontro a um principio que condeno.Caminharei sozinha como " Mãe Coragem" que carrega a bandeira de luta,como meta de vida.

varenka de Fátima Araújo

sábado, 25 de fevereiro de 2012

A casa amarela

A luz do sol desapareceu
o céu escureceu como tinta sépia
tão escuro,manchas em contrastes
um atalho que não se apresenta
tal como é,sigo trepida, ousadia
olhando tantas manchas esfumaçadas
um clarão se fez,o breu se desfez
no trilho vou equilibrando me corajosa
ele não via meu rosto em desejos
queria momentos prazerosos despida
seguiu seu rumo sem olhar para traz
aquela casa amarela,uma propriedade
em ruínas foi meu abrigo solitário
passei a noite olhando às telhas velhas
desbotadas em vermelho e marrom,pretas
a telha de plástico incolor levantava
descia com a ventania durante horas
meus olhos desenhavam seu corpo em vão

Varenka de Fátima Araújo

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Carnaval em Salvador

Carnaval aqui são seis dias de folia
este ano comemorando o centenário
do nascimento de Jorge Amado
nas suas paginas estão  a nossa gente
simples como ele foi para o mundo
tem Rei Momo,rainha comandado

Uns vão no bloco com corda
com trios e cantores famosos
é o maior laboratório do teatro
música,fantasia,suor , muita bebida
outros vão na pipoca que não paga
no maior arrastão da terra da paz

Os filhos de Osmar Macedo
vão na Fobica com a guitarra baiana
criação  do saudoso Osmar Macedo
fundador  do trio Dodô e Osmar
queria  o povo brincando atrás do trio
queria um som baixo com muita paz

Na quarta-feira de cinza arrastão
sem corda da Barra para Ondina
tanta máscara,tanto grito de alegria
depois cai na realidade,gastou o real
vai dar duro o ano inteiro na certeza
do ano seguinte  ter carnaval na paz


Varenka de Fátima Araújo

Consulta-fonte:agenda cultural
fevereiro de 2012
programação no site:

www.cultura.ba.gov.br





terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Ela na rede

Ela na rede em compassos de balanço
o muro em pedras de cimento esculpido
encontrando no alto e segurando o vento
sorri,às rosas são para adornar os túmulos
no vôo raso do urubu o olhar se perde,
cortando às nuvens asas implacáveis,breu
no agouro que o amor jamais existiu,
vestido de renda preto,pés descalços
com o rosto pálido como cera de vela
na sentença,se fez camélia no cemitério


Varenka de Fatiam Araújo

A procura do amor

Banhando o luar,o caminho se fez
sem muita pressa ando para alcança te
bebendo meu ouvido teu canto de amor
com tanto amor na espera de ser amada
sendo correspondida com o mesmo amor
sem desencontro,amado demasiadamente
como tu,junto meu canto de soprano
na escala maior de tenor,muito amor
pouco a amor é escala menor sem querer
no teu olhar de mel exploro,sem medo
de poder encontra o verdadeiro amor

Varenka de Fátima Araújo

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Livro Fatos e Retratos




Varenka de Fátima Araújo

Falar de um livro sem falar de seu autor ou autora é mesmo que tentar separar as duas faces de uma moeda. "Fatos e Fotografia", de Varenka de Fátima Araújo, é um mosaico, uma miscelânea de pensamentos, ideais, projetos e sonhos da poetisa, escritora, dançarina, mãe, amiga, baiana emprestada e mais um pouco... Emprestada, pois Varenka veio das terras do “Padim Ciço”, Ceará, terra de João Scortecci, Chico Anysio, Rachel de Queiroz, Rubens de Azevedo e tantos outros privilegiados...
O Ceará é terra de humoristas e de praias belíssimas, cenário propício à criação, à inspiração. Varenka veio pequena para a Bahia mas trouxe a herança genética do talento cearense nas veias. Artista múltipla, agora lança o segundo livro, recheado de contos, crônicas e poesia entremeada de alegria, energia positiva, vontade de viver e de se perpetuar no universo literário brasileiro. O primeiro livro, “Ela em versos”, em que a autora se derrama em poemas, do qual falei em outro momento, traz o saudosismo e o sentimento de pertencimento a uma família com a qual a poetisa tem uma ligação muito forte.
Se a ligação familiar é forte, os laços que Varenka tem com a arte vêm desse cordão umbilical que lhe mantém viva, acesa, produtiva e inspiradora. Musa de si mesma, musa para tantos outros menestréis, Varenka traz agora uma nova publicação com contos, causos, crônicas e pensamentos. Fala dos repentistas, em homenagem a tantos cantadores populares, muito comuns no estado natal da autora; fala dos horários de verões, que tumultuam e ao mesmo tempo acomodam e remodelam a vida das pessoas (e olhe que o sol brilha pra todos, de verdade, no Ceará e na Bahia); faz uma ode ao nu artístico, ao belo natural; homenageia Jorge Amado e faz referências a tantos outros cantos e encantos deste Brasil plural e singular...
Esta é a leitura que Varenka faz da vida, das vivências, das experiências e desejos. No mais, é se jogar numa rede, folhear o livro em qualquer página e começar, sem ter hora nem lugar para acabar a leitura e releitura, pois o deleite está aí, a te chamar: Varenka de Fátima Araújo, em carne e osso, em letras e páginas!

Valdeck Almeida de Jesus é escritor, poeta e jornalista. Já lançou quinze livros, dentre eles “Memorial do Inferno”, “30 anos de poesia e mais um pouco”, “Feitiço contra o feiticeiro” e “Heartache Poems”. Site pessoal www.galinhapulando.com


P.S.Tenho exemplares,se quiser adquirir meu livro entre em contacto com meu email está no contacto do blog.Varenka

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Um homeme uma voz maravilhosa

Gravo teus olhos de ouro
como dois faróis reluzentes
iluminado a noite receptível
no meu intimo acolhedor

A minha alma captou tua voz potente
atravessou os ouvidos do  meu coração
e a porta fechou branda e silenciosa
minha memória encerrou


Meu corpo remanso em posição centrada
esperando que a noite seja só nossa.

Varenka de Fátima Araújo

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Proibido poema





Lábios úmidos
vem no hálito do vento
na aurora resplandecente
rasgando, ferindo nuvens

Proibido poema
teus beijos dinâmicos imprimindo
em diversas formas de amar
envolvendo me com abastança

Beijos suaves nos atalhos do meu corpo
bordando com linhas de ações
vais adentrado machucando
invadindo me ,fogacho e fluorescência

E no amanhã começo a procurar
na luta incansável de não te perder.

Varenka de Fátima Araújo

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Quer conhecer o meu amigo Fabio?

MANDEI UMA CARTA PARA MEU AMIGO FABIO,MEU INCENTIVADOR E COMEÇAMOS JUNTOS NA LITERATURA
ABAIXO VOCÊ ENCONTRA O CONTEÚDO DA CARTA


VEJA O LINK


este é o link do meu blog

http://nuvendigital.com

AO MEU AMIGO,FABIO

Desde o primeiro dia que nos conhecemos, tudo o que eu sei é que foi uma maravilha! Como uma caixa de surpresas.
      Eu subi junto com tua criação, a revistinha ANTEPITTA, colocas-te o nome em homenagem a um pequeno bichinho que vive cavando a terra procurando o seu sustento.
       Tinhas apenas vinte aninhos com uma vontade  de vencer, uma característica  própria da tua personalidade.
       Firmamos uma parceria, coordenavas e editavas a revistinha, enquanto eu colaborava com os textos e vendia por diversos pontos da cidade,vendia todos os exemplares,conseguimos editar dez.
        Estávamos no final do ano de 2007, quando me deste a noticia que tinha ganho uma bolsa de estudo para fazer mestrado na Inglaterra viajaria no inicio de janeiro do ano 2008. Na convicção de que o futuro será conforme o que queres. Admiti que em Londres, melhores chances teria e como admiro a coragem e energia de Fabio,sei que vencerá,
      Considero este meu amigo,como o homem que me lançou como escritora.
      Confirmem na primeira pagina de fotos do meu perfil a revistinha Antepitta..
      Meu sincero agradecimento ao jovem Fabio Batista .

Quer conhecer o Fabio? Veja o blog  dele.



Um segredo

Costurei os tempos
com mão tremula
segurando o punho
sem ocultar a verdade
a voz emudeceu
Beethoven

tua agonia superaste
a minha agonia superei
colocaram uma prótese
no centro auditivo interno
quase morri  no leito
a respiração lenta
a clave em escala menor
o sangue escorria
uma tela com sangue virgem

Beethoven
tua obra,liberdade
meu balsamo
um sopro,voz,canto
música clássica, sacra
MPB,samba, axé,forró
mambo,bolero,tango,
rock,fado....

Varenka de Fátima Araújo

5ª. de Beethven  y mambo n.o 5

http://www.youtube.com/watch?v=GEdXagVh-Rs& feature=player_embedded